Animais chacinados - Poema

(casos do Brasil)

 

A terra dá muitas voltas.
No azul do céu se compraz
em fazer rodar o mundo
onde, um louco furibundo
mata, em câmaras de gás.

Gente? Não! São animais
nascidos com triste sina,
(porque o mal é de raiz),
e sem culpa, num país
onde ninguém se incrimina.

Adoradores do Diabo,
por tanta maldade feita!
Nero, deixou seguidores.
Hitler, deixou inventores.
E há governante que aceita!!!!!

Amigos dos animais!
Lancem os gritos ao vento...
Ergamos a voz por eles.
E nem mais um voto àqueles
que autorizam tal tormento.

E malditos sejam eles,
que num luxo, a governar,
em carros descomunais
nem vêm os animais
famintos, sós, ao passar.

Guerra, traz medos e ódios!
Ditados? - oiço dizê-los.
Mas não me posso calar.
À LUTA! Vamos lutar
porque eu quero combatê-los!


----------------------------

20/05/2004
Laura B. Martins
Soc. Port. Autores n.º 20958

*TAGS são temas do blog :
publicado por LauraBM às 00:07