Qtªs de peles - Visons

visons_martas.jpg

Vison (também conhecido como “marta” ou “mink”) mantido numa gaiola numa quinta de peles.

Foto: © Animal Defenders International

 

Se não sabia, pasme com tanta loucura e maldade permitida pelo governo português! Não serve dizer que há outros países onde igualmente se pratica tal atrocidade. Por haver assassinos e ladrões neste mundo, eu não vou, certamente, proceder como eles.

 

O abate destes animais é sempre feito de modo extraordinariamente traumatizante e violento, sobretudo para se evitar que o seu pêlo que é o que tem o valor económico que esta indústria protege e busca seja danificado.

A título de exemplo, é o Decreto-Lei n.º 28/96, de 2 de Abril, relativo à Protecção dos Animais no Abate e ou Occisão, que estabelece, no seu ANEXO G, que os métodos autorizados para o abate destes animais em Portugal são:

1) a utilização de instrumentos mecânicos que penetram no cérebro (um projéctil deve penetrar no córtex cerebral do animal),

2) a injecção de uma dose letal de uma substância com propriedades anestésicas,

3) a electrocussão com paragem cardíaca (que pode ser electrocussão anal),

4) a exposição ao monóxido de carbono (câmara de gás),

5) a exposição ao clorofórmio (câmara de gás) ou

6) a exposição ao dióxido de carbono (câmara de gás).

 

Estes são os mesmos métodos utilizados praticamente em todo o mundo, salvo em alguns países onde também é permitido afogar os animais ou quebrar-lhes a coluna para provocar a morte. Ou seja, esta é uma actividade violenta que é infelizmente legal e que só terminará em resultado dos seus protestos e do apoio que dedicar às campanhas da ANIMAL contra a indústria do pêlo.

 

VISONS

Nas quintas de visons, estes animais são mantidos em pequenas gaiolas durante todas as suas curtas e infelizes vidas.

Frustrados e perturbados pelas condições pobres de sobrelotação e falta de espaço e de enriquecimento ambiental a que são forçados, é comum estes animais desenvolverem distúrbios comportamentais graves, como a auto-mutilação ou o canibalismo, além da repetição constante dos mesmos movimentos, facto que se observa em todos os animais mantidos em quintas de peles.

Mas coelhos, chinchilas. etc. são igualmente torturados.

 

Agora que já sabe, vá correndo ajudar a Associação Animal no seu trabalho em prol destas vítimas indefesas.

www.animal.org.pt 

*TAGS são temas do blog : ,
publicado por LauraBM às 20:00