Políticos e Animais ou Políticos-animais

Há muito que oiço dizer que os políticos são uns animais. Certo? Pois eu discordo!

Se eles fossem uns animais, os animais teriam os seus direitos devidamente acautelados e viveriam bem abastecidos de tudo, sem passarem os conhecidos horrores.

--------------------

Laura B. Martins

 

Políticos e Animais

 

Peça aos partidos políticos que, nos seus programas eleitorais para as eleições legislativas, incluam propostas de medidas sérias e concretas de protecção dos animais

Segundo os princípios da cidadania activa e da participação democrática na vida e nas decisões políticas para o país, peça aos dirigentes políticos dos principais partidos para que incluam propostas de medidas sérias e concretas de protecção dos animais nos seus programas políticos para as próximas eleições legislativas e subsequente exercício de cargos públicos

 

Em Portugal, fruto das muitas e diversas campanhas em defesa dos direitos dos animais que se têm desenvolvido ao longo dos últimos anos, temos conseguido que os principais partidos políticos e respectivos dirigentes comecem, pelo menos, a perceber que a defesa dos direitos dos animais e a protecção destes é um assunto sério, que é um sintoma de civilidade e desenvolvimento de uma sociedade e de um estado, e que se tem afirmado como uma preocupação cada vez mais forte e sentida junto da população portuguesa.

 

Contudo, ainda é evidente que, ao contrário do que acontece noutros países da União Europeia (entre outros, como a Áustria, estado-membro da UE mais avançado em termos de legislação e política de protecção dos animais, cujo Governo e Parlamento se assumem como activos defensores da protecção animal, procurando até persuadir outros estados membros da UE a aumentarem a protecção dos seus animais), os partidos e dirigentes políticos portugueses, salvo poucas excepções, não têm a protecção dos animais como um assunto sério e politicamente relevante, menos ainda incorporam qualquer preocupação relativa a este domínio na sua acção política. Com efeito, estes responsáveis públicos não têm sequer a percepção de que proteger os animais pode significar ter mais votos de eleitores preocupados com os animais e, pelo contrário, não proteger os animais ou tomar medidas que os prejudiquem pode significar perder votos destes eleitores, além de perderem popularidade.

 

Por favor, não se conforme com a habitual omissão da protecção dos animais no debate político. Se quiser que os políticos portugueses falem e façam algo de positivo pelos animais, diga-lhes. Tenha um papel fundamental na mudança a favor da protecção legislativa e política dos animais em Portugal. Por favor, siga as indicações abaixo referidas e envie mensagens para os principais dirigentes políticos para que, nas suas propostas , incorporem medidas sérias e concretas de protecção dos animais, nomeadamente as especificamente designadas pela ANIMAL.

 

Para mais informações, por favor contacte a ANIMAL através do e-mail info@animal.org.pt  ou visite o site www.animal.org.pt.

*TAGS são temas do blog :
publicado por LauraBM às 16:03